Fechar 
Pesca Nordeste - O seu Portal de Pesca Esportiva - Rio Punaú
     
Início arrow Matérias arrow Rio Punaú
InícioContatoFórumFotosLinksLivro de VisitasRecomendeRevista
Advertisement

Rio Punaú
Por Alexandre Cardoso   
Índice de Artigos
Rio Punaú
Página 2

Image

O Rio Punaú é um rio que teria todas as condições de se tornar um excelente pólo para pesca esportiva no estado do Rio Grande do Norte, devido a uma certa
Image
estrutura já formada que dispõe de pousada, chalés e restaurante apto a atender pescadores acompanhados ou não de suas famílias, pois as opções de lazer para a família são muitas como: passeios de caiaque, ultraleves, ou mesmo, caminhadas na praia e passeios nas dunas, tudo isso praticamente à beira do rio, que proporciona ainda possibilidade de um belo banho em suas águas limpas.

Obviamente, as coisas não são tão fáceis assim, para que isso ocorra, em primeiro lugar deveria haver uma certa conscientização por parte dos nativos que continuam a praticar a pesca de subsistência, porém, predatória, onde se utiliza a tarrafa e também a pesca de mergulho.

Todos sabem que a pesca de tarrafa é permitida apenas no mar, mas por falta de fiscalização por parte dos órgãos de defesa do meio ambiente, essa modalidade aliada à pesca de mergulho, vem ocorrendo indiscriminadamente em rios de todo estado, sem que nada esteja sendo feito para coibi-las.

Isso sem falar na pesca de arrasto que ocorre praticamente todo dia na praia de Zumbi.

Image
Image
Mas mesmo assim posso dizer que, apesar de não ser como a 10 anos atrás onde praticamente fazíamos pescarias fantásticas nesse rio pegando na maioria das vezes exemplares de excelente porte, podemos ainda assim, algumas vezes, fazermos ótimas pescarias, porém, na maioria das vezes capturando exemplares de menor porte.

Mas, por várias oportunidades podemos ser surpreendidos com ataques de grandes Robalos Peva e até mesmo “Flechas”, como das últimas vezes em que tive algumas iscas perdidas com peixes que estimava ter acima de cinco quilos.

Por isso mesmo, não recomendamos material muito leve, pois a qualquer momento poderá entrar um “monstrengo” em sua linha, e para tanto, sugerimos varas e linhas de 20 lbs, pois quando o bicho pega, “corre” imediatamente para as estruturas, enganchando-se nas moitas das margens fazendo com que você perca o peixe e às vezes, a isca, por isso, um material mais potente proporciona segurar um pouco mais a corrida do peixe para evitar que isso ocorra. Image

Utilize carretilhas ou molinetes compatíveis e que comportem pelo menos 70 metros da linha citada acima.Por ser um rio estreito e com possibilidade de margeá-lo, a pescaria é praticamente feita de barranco, acho isso uma grande vantagem para quem pesca Robalos (e outros peixes), pois podemos “varrer” bem o pesqueiro e as possibilidades de pegarmos o peixe é bem maior em relação a uma pescaria feita embarcada, onde a força da maré muitas vezes dificulta o posicionamento do barco em relação ao pesqueiro fazendo com que o mesmo não seja bem explorado.

Image
Apesar do Rio Punaú ser praticamente de água doce, há a incidência de marés. E é nas marés mais altas que há a possibilidade de fisgarmos os melhores exemplares, pois quando aumenta o volume de água é que os Baby Tarpons (camurupins) e os Robalos (camurins), sobem o rio para se alimentarem principalmente de Saúninhas e Lambaris (Piabas). No rio também há a ocorrência de caranhas de no máximo dois quilos (nunca peguei maior do que isso), mas que proporciona também uma bela briga.

Fato curioso é que as caranhas são encontradas mais perto da barra, rio acima são mais difíceis de serem fisgadas, sem contar outras espécies de menor interesse esportivo como o Jacundá e os Bagres que não raros, podem ser vistos subindo o rio em cardumes numerosos.

A precisão nos arremessos é fundamental para o sucesso da pescaria nesse rio, existe a necessidade de arremessarmos a isca rente à vegetação da margem, pois o peixe costuma ficar abrigado na sombra da vegetação esperando sua presa, e dificilmente, quando a isca sai da área de sombra o peixe a ataca porque isso é seu mecanismo de defesa, pois o peixe sabe que, indo para uma parte mais iluminada da água, ficará mais visível e indefeso contra os predadores.

< Anterior   Próximo >

Top of Page Powered by Mambo Open Source
Copyright 2000 - 2007 Mambo Foundation. All rights reserved.
Mambo is Free Software released under the GNU/GPL License.